Prefeitura divulga propostas do projeto Novo Centro

A Prefeitura de São Jose dos Campos publicou nesta quinta-feira (dia 18) a ata de julgamento das propostas para o projeto Novo Centro, que prevê a requalificação da região central da cidade.

Entre as empresas habilitadas, a Stemmi Engenharia e Construções Ltda foi classificada em primeiro lugar, ao apresentar proposta de R$ 8.626,849,49 para realizar a obra, com desconto de 11,4% em relação ao valor de referência.

As construtoras Sérgio Porto e Enpavi ficaram em segundo e terceiro, respectivamente, com valores superiores a casa dos R$ 9 milhões. O resultado será homologado após cinco dias, caso nenhuma das participantes apresente recurso. A vencedora terá 180 dias para realizar o serviço.

Projeto

A operação de requalificação da região central contempla as avenidas São José, Madre Tereza, Rua Rui Dória, Travessa João Dias, Praça Padre João (Igreja Matriz) e Avenida Nove de Julho.

Nas avenidas São José e Madre Tereza, a área de intervenção terá uma extensão de cerca de 1,2 quilômetro. A proposta neste local é a requalificação dos passeios, com implantação bancos, decks de contemplação, iluminação com barras de LED, quiosques e ciclovia. A intenção é incentivar o uso do local também no período noturno e aos fins de semana.

A Rua Rui Dória formará um boulevard com a Avenida São José. A calçada será alargada com a proposta de criar um espaço gourmet, trazendo movimentação noturna ao local, nas imediações do Cine Teatro Benedito Alves, que também está sendo revitalizado. Em frente ao prédio, será implantado um chafariz de piso, com jogos de água e luz.

Essa área estará conectada com a Travessa João Dias, que irá receber nivelamento do passeio, novo layout de pisos, bancos para descanso, iluminação e paisagismo. Após a implantação, a travessa será um dos principais percursos de acesso pelo Centro, interligando a área comercial à Avenida São José.

A Praça Padre João, um importante eixo que conecta a Avenida São José, o Terminal Central, o Mercado Municipal e o Calçadão, também será reurbanizada. O projeto, desenvolvido pela divisão de Projetos Especiais da Secretaria de Planejamento Urbano, prevê o nivelamento dos passeios e áreas destinadas aos pedestres, a implantação de mobiliários urbanos, recuperação do chafariz e nova iluminação.

Outra avenida da região central, a Nove de Julho, também será requalificada. O projeto prevê uma intervenção de 1,3 quilômetro, com implantação de ciclovia com largura de 2,8 metros. Nesta nova configuração da via, o canteiro central existente será realocado, preservando as árvores do local. No trecho ao lado do Parque Vicentina Aranha será instalado um deck de madeira, com equipamentos de apoio como bancos, bebedouro e paraciclos.

“O projeto vem costurar e amarrar investimentos que já realizamos no centro, como a implantação da Casa do Trabalhador e do Centro de Especialidades. Esses serviços já estão garantindo maior movimento na região central. Pessoas de todas as regiões de São José passam diariamente pelo centro e ele precisa ser um espaço ainda mais acolhedor e seguro”, explicou o prefeito .

As iniciativas da Prefeitura para a região central foram bem avaliadas pelo presidente da ACI (Associação Comercial e Industrial), de São José, Felipe Cury. Para ele, o projeto é um presente de Natal que a população está ganhando.

“As iniciativas seguem os conceitos já aplicados em cidades de primeiro mundo na questão de mobilidade e valorização das pessoas. O centro é das pessoas e elas devem aproveitar a região para atividades de lazer e entretenimento também. O uso da bicicleta como meio de transporte deve continuar sendo estimulado”, disse Felipe Cury.

O projeto Novo Centro está alinhado ao Plano de Mobilidade Urbana e a proposta da Nova Lei de Zoneamento, que está tramitando na Câmara Municipal.

Investimentos

As novas obras irão se conectar a outras já executadas ou em andamento pela Prefeitura. Os investimentos na revitalização da região central desde 2013 já passam dos R$ 7,7 milhões. Uma delas é a do Cine Teatro Benedito Alves, que foi iniciada em maio do ano passado, com prazo de 12 meses para conclusão.

A Prefeitura também já revitalizou a galeria Pedro Rachid, instalando no local a Unidade de Especialidades de Saúde, em junho de 2014. Em julho do mesmo ano, foi a vez da Casa do Trabalhador na praça Afonso Pena.

Em setembro do ano passado, foi concluída a reforma da antiga Câmara. O prédio abriga agora o Museu Municipal. Também já passaram por reformas o Museu de Arte Sacra, a Capela São Miguel e a Igreja São Benedito.

Além dos investimentos da Prefeitura, a iniciativa privada tem colaborado nesse processo. Por meio do programa Nossa Praça, o Shopping Centro fez a revitalização da fonte e da Praça João Mendes (Sapo), em junho do ano passado.


@PrefeituraSJC PrefeituraSJCampos Canal PMSJC sjcprefeitura